Estão abertas as inscrições para o Seminário sobre a Amazônia

Estão abertas as inscrições para o Seminário “Amazônia: entre saques e resistências”, que a ADUFPA promove de 16 a 18 de outubro, no Auditório B do Instituto de Ciências da Educação (Iced) da UFPA. A inscrição é gratuita e pode ser feita aqui!

O evento é uma iniciativa do Grupo de Trabalho de Política Agrária, Urbana e Ambiental (GTPAUA) da seção sindical e irá reunir docentes, indígenas, quilombolas, ribeirinhos, seringueiros, trabalhadores sem terra e atingidos pelos projetos de mineração, para debaterem uma agenda conjunta de lutas em defesa da região amazônica.

O objetivo é denunciar e destacar os temas que marcam a Amazônia, evidenciando a intensificação dos históricos processos de extração, apropriação e transferência de suas riquezas para fora da região, além dos processos de expropriação de seus povos.

Segundo a organização, serão emitidos certificados de 20 horas.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

16/10 (Quarta-feira)

14h – Abertura cultural

Giancarlo Frabetti e Rebecca Braga

Mística MST

15h – Mesa de Abertura: Adufpa, DCE, Sindtifes, CSP Conlutas

15h30- Entre saques e resistências na Amazônia do século XXI.

– Raimundinho Gomes da Cruz, educador popular CEPASP/Brigadas Populares (Marabá/Carajás-PA) – resistência às grandes mineradoras

– Marcos Cardoso – Ribeirinho da Comunidade Nossa Senhora de Nazaré do rio Caripetuba, ilhas de Abaetetuba-PA

– Mário Espírito Santo – Comunidade Quilombola e Indígena Gibriele São Lourenço, Barcarena-PA

18h – Lançamento da carta em defesa da Amazônia e seus povos

 

17/10 (quinta-feira)

9h – A resistência dos povos amazônidas

– Leidiane de Livramento S. Reges – Movimento Quilombola do Maranhão (Moquibom)

-Fátima Santana, liderança comunitária da área do Igarapé do Tucunduba (Belém-PA)

-Gracinda Magalhães. Comunitária da resistência à construção da UHE Belo Monte (Altamira-PA).

 

14h00 – Do genocídio à resistência: a luta indígena em questão

-Josiel Juruna (Volta Grande do rio Xingu)

-Vera Arapium (rio Tapajós)

-Itahu Ka’apor (Conselho de gestão Ka’apor – Maranhão)

 

16h00- A luta pela terra, pela floresta e pela vida: resistência contra o latifúndio e o capital

-Osmarino Amâncio – Liderança seringueira do Acre.

-Raimundo Cabeludo – MST

-Erasmo Teófilo – assentamento de Anapu-PA, resistência aos madeireiros e latifundiários

 

18/10 (sexta-feira)

9h às 11h – Grupos de discussão: Movimentos Sociais, Universidade, resistências e Amazônias

Local: Salas do pavilhão M do profissional (Curso de Economia)

11h – Reunião GTPAUA/Adufpa + GT Economia Política da Amazônia/SEP

14h – Plenária Final (apresentação de sínteses dos Grupos e proposições, articulações, encaminhamentos).

Local: Auditório do ICSA