Docentes da UFPA irão discutir participação em mobilização do dia 30 de maio

No próximo dia 30 de maio, milhares de pessoas sairão novamente às ruas do Brasil durante o Segundo Dia Nacional em Defesa da Educação Pública, convocado por entidades estudantis e sindicatos que atuam na área educacional. Para discutir a participação dos professores da UFPA na mobilização, a ADUFPA promove Assembleia Geral no dia 28 de maio, às 10 horas, no hall da reitoria.

A orientação do ANDES-SN é que os docentes discutam se irão paralisar ou não as atividades e construam, nos Estados, atos unitários com estudantes e outras categorias para marcar o dia 30 de maio. Em Belém, o protesto está previsto para ocorrer a partir das 16 horas, na Praça da República, de onde os manifestantes deverão sair em caminhada até o Mercado de São Brás.

A Assembleia da ADUFPA também irá debater os ataques do governo Bolsonaro aos sindicatos, com o impedimento do desconto da mensalidade sindical na folha de pagamento. Neste mês de maio, as contribuições que deveriam ser descontadas nos contracheques dos professores da UFPA e repassadas à ADUFPA não foram efetuadas. Na avaliação da diretoria da ADUFPA, com a medida, o governo tenta sufocar os sindicatos e enfraquecer a luta contra a Reforma da Previdência e em defesa das universidades públicas.