ADUFPA - Professores elegem nova diretoria do ANDES-SN nestes dias 9 e 10 de maio

Associação de Docentes da UFPA

Seção sindical do ANDES-SN

Olá visitante

Login ▼

Publicado em 08/05/2018

Professores elegem nova diretoria do ANDES-SN nestes dias 9 e 10 de maio

Professores universitários de todo o país elegem nestes dias 9 e 10 de maio a nova diretoria do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (biênio 2018-2020). Ao todo, mais de 60 mil professores estão aptos a votar. Na UFPA, 1.381 docentes podem comparecer a uma das 22 urnas que serão disponibilizadas para coleta de votos, das 9 às 20 horas, nas unidades acadêmicas da capital e nos campi do interior do Estado.

 

A votação será secreta, direta e universal. Para votar, basta que o docente sindicalizado compareça a uma das seções eleitorais munido de documento de identificação oficial com foto. De acordo com o Regimento Eleitoral, será permitido o voto em trânsito, devendo obedecer o procedimento de votação em separado.

 

Este ano, duas chapas concorrem para a diretoria do Sindicato Nacional. A chapa 1 "ANDES Autônomo e de Luta" tem como candidatos a presidente, Antônio Gonçalves Filho, da Universidade Federal do Maranhão (Ufma); a secretária-geral, Eblin Farage, da Universidade Federal Fluminense (UFF) e atual presidente do ANDES-SN; e a tesoureira, Raquel Dias Araújo, da Universidade Estadual do Ceará (Uece). Para a Regional Norte II, a chapa conta com a presença das professoras da UFPA, Suelene Pavão e Isabel Duarte.

 

A chapa 2 “Renova ANDES” apresenta a professora Celi Taffarel, da Universidade Federal da Bahia (Ufba), como candidata a presidente; Maria de Lourdes Nunes, da Universidade Federal do Piauí (UFPI) para a secretaria-geral; e Everaldo Andrade, da Universidade de São Paulo (USP), para a tesouraria. Para a Regional Norte II, a chapa tem a presença dos professores da UFPA, José Raimundo Trindade, José Guilherme Fernandes e Pere Petit.

 

A previsão da Comissão Eleitoral Central (CEC) é que o pleito eleitoral transcorra de forma transparente, democrática e dentro da normalidade. “Nossa expectativa é que haja uma participação massiva dos filiados, na perspectiva de fortalecimento do sindicato e da democracia”, afirma o professor Alexandre Galvão, presidente nacional da CEC. A apuração está prevista para começar no dia 11 de maio.

 

Confira aqui os locais de votação