ADUFPA - Descontração e debate sobre Reforma da Previdência marcam encontro com aposentados

Associação de Docentes da UFPA

Seção sindical do ANDES-SN

Olá visitante

Login ▼

Publicado em 20/11/2017

Descontração e debate sobre Reforma da Previdência marcam encontro com aposentados

Uma manhã de reencontros, descontração e debates sobre aposentadoria. Assim foi o I Encontro de Aposentados e Aposentáveis da ADUFPA no último dia 17 de novembro, na Casa do Professor. O evento foi o primeiro de uma série de encontros que a entidade pretende fazer mensalmente, a fim de aproximar os docentes aposentados das ações do Sindicato.

 

O encontro começou com um delicioso café da manhã para recepcionar os aposentados e professores em vias de aposentadoria, proporcionando um momento de descontração e diálogo. “Pensamos nesse encontro como uma forma de promover momentos mais informais, mas ao mesmo tempo de mobilização e debates políticos com aposentados e aposentáveis”, explicou a diretora da ADUFPA e coordenadora do Grupo de Trabalho em Seguridade Social (GTSS) da entidade, Conceição Saraiva, que convidou os docentes a fortalecerem a luta em defesa da aposentadoria e participarem das reuniões mensais do GTSS.

 

Durante o encontro, a assessora jurídica da ADUFPA, Ana Kelly Amorim fez uma exposição sobre a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287/2016 do governo Temer, que institui uma nova Reforma da Previdência e cria mais dificuldades para aposentadoria. A advogada contestou o tão propagado déficit da Previdência e destacou que a própria Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o assunto, criada pelo Senado Federal, concluiu que a Previdência Social brasileira não é deficitária, mas alvo de má gestão política.

 

Na exposição, Ana Kelly falou, também, sobre as mudanças previdenciárias que ocorreram ao longo da história no Brasil. Ela citou a instituição da idade mínima para aposentadoria por FHC, a taxação dos inativos e o aumento da idade mínima por Lula, e a criação do Funpresp e a limitação do valor da aposentadoria no serviço público ao teto do Regime Geral da Previdência por Dilma. “Os ataques aos direitos da aposentadoria são intensos e constantes. Por isso, precisamos estar sempre vigilantes”, ressaltou a advogada.

 

Após a exposição, os docentes aposentados participaram de uma oficina de dança e terminaram o evento de forma descontraída, relaxando e aprendendo novos passos de brega e outros ritmos regionais. Um próximo encontro com aposentados e aposentáveis já está programado para o mês de dezembro, em data ainda a ser definida.