ADUFPA - Técnicos da UFPA entram em greve a partir do dia 10 de novembro

Associação de Docentes da UFPA

Seção sindical do ANDES-SN

Olá visitante

Login ▼

Publicado em 08/11/2017

Técnicos da UFPA entram em greve a partir do dia 10 de novembro

Servidores técnico-administrativos da Universidade Federal do Pará (UFPA) decidiram entrar em greve a partir desta sexta-feira, 10. A paralisação tem como objetivo impedir a aprovação de medidas prejudiciais ao funcionalismo, como a reforma da previdência, conduzidas pelo governo federal. Nas Universidades Federais Rural da Amazônia (Ufra) e do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), a previsão é que os técnicos também fortaleçam o movimento grevista e paralisem suas atividades por tempo indeterminado.

 

No primeiro dia da greve, os servidores das instituições realizam, em conjunto com outras categorias, ato pelas ruas de Belém, buscando pressionar o governo pelas reivindicações. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Federais de Ensino no Estado do Pará (Sindtifes), a categoria é contra o fim da estabilidade do servidor público e, também, quer chamar a atenção para a precarização de serviços públicos prestados pelas universidades à sociedade, o que inclui as atividades dos hospitais Bettina Ferro e Barros Barreto, da UFPA, e do Hospital Veterinário, da Ufra.

 

A mobilização dos servidores também busca alertar a sociedade para o que vem sendo chamado de “pacotaço”, conjunto de medidas do governo Temer. O pacote prevê, dentre outros pontos, a extinção de 60 mil cargos federais, diminuindo muito a chance de acesso ao serviço público da União. Dentre as medidas, também está planejado o aumento da contribuição previdenciária dos servidores federal, que hoje é de 11%, passando a 14% para quem ganha acima de R$ 5.531,31.

 

Fonte: Sindtifes, com edição da ADUFPA.

Foto: Sindtifes